21 Agosto 2017
Página inicial / Canais / Academia
UÉ firma parceria no âmbito da criação da Rede de Turismo Militar

A salvaguarda e a promoção turística do património histórico-militar são os principais objetivos desta parceria entre o Ministério da Defesa Nacional e a UÉ. O Protocolo que a formaliza foi assinado no passado dia 29 de julho, na Messe dos Oficiais, em Évora, numa cerimónia que reuniu o Secretário de Estado da Cultura, a Secretária de Estado Adjunta e da Defesa Nacional, a Reitora da Universidade de Évora, um representante do Chefe de Estado-Maior do Exército e a Diretora Regional de Cultura do Alentejo.

 

Está prevista, no âmbito desta colaboração, a concretização de acções conjuntas nos domínios da investigação e do desenvolvimento de marcas e produtos na área assentes no intercâmbio técnico e de meios operacionais, numa permuta conducente à efectiva criação e consolidação de uma rede de turismo militar com rotas e roteiros que incluem edifícios militares, como quartéis, fortes ou palácios.

Segundo Berta Cabral, Secretária de Estado Adjunta e da Defesa, "[o Ministério d’] a Defesa tem uma componente histórica e cultural enorme e um património valiosíssimo", que devem ser colocados "ao serviço das pessoas", afirmou, realçando que “as academias são muito importantes ao nível da investigação e da formação dos seus alunos, enquanto as direcções regionais de cultura são "actores eficazes na divulgação" do património e da história do país.

Ana Costa Freitas, Reitora da Universidade de Évora sublinha que esta parceria “configura uma cooperação interinstitucional numa das áreas-âncora da UÉ, o Património histórico edificado, arqueológico ou artístico que, por agregar vários fatores diferenciadores, entre os quais a capacidade científica instalada e o grau de entrosamento com a realidade do país e com a região, poderá dar um grande contributo para a concretização dos objetivos traçados”.  Para tal, conta com a colaboração dos centros de Investigação HERCULES, CHAIA e CIDEHUS, bem como dos investigadores, docentes e técnicos de áreas como a História, Arqueologia ou Turismo.

 

Publicado em 30.07.2015