22 Setembro 2017
Página inicial / Canais / Academia
Évora promove 1º Encontro de Reabilitação Urbana

 

Após os Acordos de Colaboração assinados em 2014 e 2015, entre a Câmara Municipal de Évora (CME), a Universidade de Évora (UÉ) e os Proprietários de edifícios devolutos, estes intervenientes voltam a reunir-se, no dia 2 de Dezembro, para a realização do 1º Encontro de Reabilitação Urbana - Dificuldades e Incentivos. A iniciativa tem lugar ao longo do dia na Sala de Docentes do Colégio do Espirito Santo da UÉ. 

 

O Encontro tem como objetivo juntar entidades públicas e privadas para debater experiências de reabilitação, tais como a recente intervenção no Monumento Nacional Igreja de S. Francisco, a importância do Laboratório Hércules na conservação e valorização do património cultural, a importância da Fundação Eugénio de Almeida na reabilitação do seu património e, também, a experiência na área da habitação, nomeadamente no Pátio das Alcaçarias nº10, da propriedade de Jorge Mata.

De entre os vários painéis agendados, destaque para a apresentação de diversos instrumentos financeiros de apoio a este setor, contando com a presença do IHRU - Instituto de Habitação e Reabilitação Urbana, da CCDRA - Comissão Coordenação e Desenvolvimento Regional Alentejo, do Turismo do Alentejo, E.R.T., do fundo Jessica BPI e do Fundo Jessica da CGD.

No período da tarde vão decorrer três mesas redondas: a primeira conta com a presença das entidades públicas que são promotoras directas e com experiência na reabilitação do seu património, como a Fundação Eugénio de Almeida, a Universidade de Évora, a Habévora E.M. e a Santa Casa da Misericórdia.

Na segunda mesa redonda vai ter lugar o debate sobre as problemáticas e as potencialidades da reabilitação urbana, tais como as infraestruturas, a eficiência energética, o licenciamento, o uso eficiente da água e as empresas de reabilitação. Aqui vão estar presentes a CME, AECOPS – Associação de Empresas de Obras Públicas e Serviços, Universidade de Évora, Universidade Nova de Lisboa, a Delegação Regional de Cultura e a EDP.   

Na mesa de encerramento vai realizar-se o debate entre a CME, a UÉ e os proprietários de edifícios devolutos no Centro Histórico de Évora, entidades envolvidas no acordo de colaboração para reabilitar o edificado. O propósito é abordar as preocupações dos vários intervenientes no processo. Além das entidades referidas, participa nesta sessão a ANJE – Associação Nacional de Jovens Empresários.

 

No final do encontro serão entregues os trabalhos académicos realizados pelos alunos da UÉ aos Proprietários de edifícios devolutos que aderiram à iniciativa. 

Publicado em 27.11.2015