21 Setembro 2017
Página inicial / Canais / Academia
A Universidade de Évora ao Leme com Ciência

O Laboratório de Ciências do Mar (CIEMAR) e o Centro de Ciência Vida de Estremoz (CCVEstremoz) da Universidade de Évora (UÉ) associam-se à iniciativa “ao Leme com Ciência Viva”.

Um cruzeiro científico na Caravela Vera Cruz, réplica das caravelas utilizadas pelos portugueses na era dos descobrimentos e construída para assinalar a comemoração dos 500 anos do descobrimento do Brasil, foi a iniciativa escolhida pela Agência Nacional Ciência Viva, para assinalar a vigésimo aniversário do programa “Ciência Viva no Verão”.

A bordo, segue um grupo de jovens investigadores e uma equipa de reportagem que durante sete dias, e em quatro escalas: Sines (dia 2 de agosto), Lisboa (dia 4), Ílhavo (dia 7) e Porto (dia 9) vão abordar alguns dos grandes temas do mar para as próximas décadas. A subida do nível do mar e as alterações climáticas, os microplásticos, a poluição, a erosão do litoral e a perda de biodiversidade, as técnicas de navegação pelas estrelas, a medição de correntes, as sondagens e as análises químicas são alguns dos muitos temas que vão fazer parte deste cruzeiro científico.

Em cada escala da caravela haverá um “Festival de Ciência” organizado pelos Centros Ciência Viva mais próximos em parceria com instituições científicas, associações da região e autarquias locais.

Para assinalar o arranque da “expedição”, a cidade de Sines organiza no dia 02 de agosto uma “Feira de Ciência”, onde serão apresentadas diversas atividades e experiências científicas produzidas e organizadas pelo Centro de Ciência Vida de Estremoz. Para lá destas demonstrações, o palco Mariano Gago recebe pelas 18 h, os Bonecos das Maltezas com a peça “Auto da Criação do Mundo”. Os bonecos, inspirados nos de Santo Aleixo, têm a particularidade das personagens interagirem com alguns dos principais cientistas, tais como Galileu, Kepler ou Newton.

Ao longo do dia, o CIEMAR abre as suas portas para divulgar ao público em geral, as diversas atividades científicas, pedagógicas e culturais destinadas à melhoria do conhecimento do ambiente marinho e à utilização sustentável dos seus recursos, dando especial atenção à região costeira do Alentejo. Este Laboratório dedicado ao Mar, irá ainda participar no ciclo «Areal do Conhecimento» com a apresentação da “História do Canto da Praia”. Este encontro, entre história e ciência poderá assistir no cenário natural da praia de Sines.

 

 

Publicado em 29.07.2016