19 Novembro 2017
Página inicial / Canais / Academia
Assinado Memorando de Entendimento para requalificação da Quinta do Paço de Valverde

Decorreu ontem, dia 25 de agosto, no Conventinho do Bom Jesus de Valverde (Colégio da Mitra), a assinatura do Memorando de Entendimento entre a Universidade de Évora (UÉ), o Turismo de Portugal I. P., a Direção Geral do Património Cultural, a Direção Regional de Cultura do Alentejo e a Direção Geral do Tesouro e Finanças, que visa a requalificação da Quinta do Paço de Valverde para fins turísticos.

O acordo agora firmado insere-se no Programa de Valorização do Património “30 Imóveis, 30 Projectos de Investimento”. Este programa, recentemente lançado pelo Governo, tem por objetivo a requalificação de um conjunto de imóveis públicos através da realização de investimentos privados, destinados à exploração de atividades económicas, nomeadamente nas áreas da hotelaria, restauração, cultura ou outras formas de animação e de comércio.

Ana Mendes Godinho, Secretária de Estado do Turismo, realçou a beleza e o interesse patrimonial do edifício, um antigo convento dos Capuchos construído no início do séc. XVI, considerando-o como “uma joia patrimonial, bem como toda a circundante em termos de património arquitetónico, que pode e deve ser recuperado”.

Na eventual cedência para exploração turística dos edifícios (Pátio Matos Rosa e Convento), Ana Costa Freitas, Reitora da UÉ, salienta que a Universidade “não abdicará de uma utilização do imóvel, designadamente para o ensino e a investigação, durante e após a requalificação do mesmo”, adiantando ainda que a candidatura por parte da UÉ ao Programa Operacional Regional do Alentejo, para a requalificação dos jardins envolventes, “servirão não só a população, permitindo a fruição do espaço, como também os nossos Ensinos, nomeadamente em termos da História, Património, Turismo, Arquitectura e Arquitectura Paisagista ou Engenharia Rural”. Este conjunto de ações contribuirá assim para “o reconhecimento da Herdade da Mitra no seu todo”.

No final de cerimónia, Miguel Honrado, Secretário de Estado da Cultura, realçou que a presente iniciativa é um “esforço integrado entre o setor público e privado”, e uma nova forma de “consciencialização da sociedade civil ao modo como se olha e valoriza o património”, fator considerado “fundamental para o sucesso da mesma”, sublinha, e alerta para a necessidade de que o “património recuperado deva valorizar toda a identidade do edifício”, respeitando um conjunto de “regras muito específicas”, e sobretudo que “valorize a memória dos edifícios”.

Recorde-se que a Quinta do Paço de Valverde integra o atual Colégio da Mitra da Universidade de Évora, onde é ministrada a formação relacionada com as áreas agrícola, pecuária e ambiental.

Publicado em 26.08.2016