21 Setembro 2017
Página inicial / Canais / Academia
Arqueologia no Alentejo

Localizado em Cabeço de Vide (concelho de Fronteira), a villa romana da Horta da Torre constitui um dos mais importantes recursos arqueológicos do Alentejo. Entre os resultados das escavações que se efectuam no local, encontra-se um stibadium, o segundo identificado em Portugal.

Trata-se de uma estrutura em semicírculo que servia para o dono da casa e seus convidados tomarem lugar de destaque nos banquetes que decorriam na sala onde eram recebidos os convidados. Para André Carneiro, arqueólogo e docente da UÉ que desde 2012, com grupos de alunos de Arqueologia da Universidade de Évora, dirige os trabalhos de escavação, "com o sitbadium há uma separação entre a elite e os seus convidados", esclarecendo que a sala tinha um dispositivo de entrada de água que permitia que os banquetes decorressem com o pavimento coberto de água, uma solução única no país. A estrutura "seria toda revestida em estuque" e ornamentada com "tapeçaria e tapetes para que as pessoas estivessem confortáveis", além de mármores e mosaicos que revestiam as paredes da sala.

Publicado em 13.01.2017