21 Setembro 2017
Página inicial / Canais / Academia
Teolinda Gersão recebe Prémio Vergílio Ferreira

Teolinda Gersão recebeu ontem o Prémio Vergílio Ferreira atribuído pela Universidade de Évora (UÉ) numa cerimónia que decorreu na Sala dos Docentes do Colégio do Espírito Santo.

O júri, presidido por António Sáez Delgado e que, este ano, integrou Pedro Ferré, Mário Avelar, Gustavo Rubim e Elisa Esteves, distinguiu a escritora pela “alta qualidade” da sua “arte narrativa expressa nos vários géneros de ficção clássica, em particular o romance e o conto”.

Teolinda Gersão fez questão de realçar que esta distinção “é, antes de mais nada, uma homenagem ao Vergílio Ferreira, um escritor “que admiro muito e que ainda tive o privilégio de conhecer pessoalmente no fim da vida dele, nos últimos anos, e de quem fiquei amiga”.

Em declarações aos jornalistas, a escritora, reconheceu que “um prémio é sempre estimulante”, não apenas “para quem o recebe”, mas igualmente “para o público em geral, porque leva à curiosidade de ler mais”, considerando ainda que a cultura “não é devidamente valorizada” no nosso país; “lê-se tão pouco e a cultura não é devidamente valorizada, em quase todos os lados”, realçando que em Portugal “de uma maneira bastante patente”.

A premiada, destacou ainda que António Sáez Delgado “tem uma qualidade invulgar nos escritores ou que todos os escritores gostariam de ter”, este tem “uma voz muito própria e inconfundível dentro, não só da literatura portuguesa, mas de toda a literatura lusófona”.

Ana Costa Freitas, Reitora da UÉ, considera a entrega deste prémio, “um dos momentos mais relevantes do ano para a Universidade de Évora, no que diz respeito ao elo evidente entre academia e sociedade onde se integra. Um prémio que parte da avaliação e da reflexão de académicos, distintos nomes das Letras em Portugal, e sai da academia, contribuindo para a vitalidade do mundo literário”.

Publicado em 02.03.2017