Home / Canais / Região
Alunos da UE transformam tapumes em obra de arte
Os finalistas do curso de Artes Visuais da Universidade de Évora e os alunos das Escolas Básicas do Rossio de São Brás e de Santa Clara dão uma nova vida a dois dos tapumes de obra do Programa Acrópole XXI – évoraé, nomeadamente o do Palácio da Inquisição, da Fundação Eugénio de Almeida, e o da Igreja do Salvador, do Cabido da Sé de Évora.

O desafio é interpretar, através da pintura, desenho ou outra composição artística, a assinatura da campanha e transformar os tapumes numa grande tela “évoraé”. A actividade insere-se na campanha de marca do projecto, lançada em Agosto deste ano, que tem como objectivo criar uma ligação emocional das pessoas à cidade e ao projecto. 

 

A dinamização do tapume da Igreja do Salvador será realizada pelos cerca de 80 artistas de “palmo e meio” da Escola Básica do Rossio de São Brás e de Santa Clara, cuja criatividade - que passa por ilustrações sobre os descobrimentos portugueses, a imagens alusivas à cidade e a pintura de mãos a simbolizar movimento -, promete dar um novo significado ao “évoraé futuro” e encher de cor a estrutura de obra.

 

Mais ousados na sua abordagem artística, os finalistas de Artes Visuais da Universidade de Évora, irão dar voz ao “évoraé arte” através de uma intervenção plástica nos 60 metros de tapume do Palácio da Inquisição. O projecto, construído a partir de múltiplas interpretações de Évora - espaço no qual habitamos, que é passado, presente, cor, linha, metamorfose - resultará num mural com distintas representações das quais se destacam, entre outras, uma cidade construída sobre padrões e texturas da calçada; Évora como encruzilhada entre o passado e o presente; um padrão composto por 11 faixas que formam uma nova perspectiva mais dinâmica na cidade e que representa os 11 parceiros do projecto; a tradição académica ou a ruptura entre o passado e o presente.

 

A completar a imagem dos tapumes existe um painel informativo sobre o projecto e algumas das principias assinaturas da campanha como “évoraésonhar”, “évoraéfuturo” ou “évoraédescobrir”. Em simultâneo com a acção serão distribuídos à população imans “évoraé magnética”.

Organização: Fundação Eugénio de Almeida
Em 28.11.2011
Praça do Sertório e na Igreja do Salvador