21 Setembro 2017
Página inicial / Canais / Região
Projecto ETHIC reúne empresas alentejanas e estrangeiras

O Projecto comunitário ETHIC, www.medethic.org, do qual a Fundação Luis de Molina faz parte como parceira nacional promoveu uma reunião informal com as empresas parceiras para facilitar o diálogo e o estabelecimento de relações e sinergias. O coordenador do projecto ETHIC em Portugal, Miguel Roberto, disse que “esta reunião é uma forma de as empresas se conhecerem melhor e tentarem assim, selar mais parcerias e colaborações.”

Iniciado em Maio de 2009, o projecto ETHIC, arrancou numa primeira fase com doze empresas piloto da região Alentejo, assim como com outras empresas das regiões parceiras no projecto, nomeadamente da Provence Verte (França) e Sicília (Itália). Posteriormente, o gabinete ETHIC estabeleceu uma parceria com a Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo (ADRAL) com vista ao alargamento da rede de empresas regionais envolvidas no projecto, contando-se actualmente, cerca de 30 organizações do sector agro-alimentar envolvidas directamente no projecto. Espera-se que este número ainda possa aumentar, até o projecto estar finalizado.

A quatro meses da data prevista para a conclusão do projecto, o coordenador do gabinete ETHIC faz um balanço positivo referindo o trabalho que tem sido feito a vários níveis, nomeadamente “o auxílio na obtenção de informações diversas para as actividades das empresas, nomeadamente fundos de apoio, certificação, exportação, inovação, protecção de propriedade intelectual, promoção de imagem, ética e responsabilidade social, mas também na mediação de processos de colaboração e parceria entre empresas e outras instituições.”

Para Miguel Roberto “este projecto de intervenção social tem sido importante para o desenvolvimento de empresas, mas também para promover o trabalho de investigação da Universidade de Évora, uma vez que a UE dispõe de um conjunto de saberes que podem ser úteis às empresas e vice-versa, criando-se assim sinergias muito positivas.”

Este dia fica também marcado por actividades de cariz informal, tais como um passeio a cavalo e uma prova de vinhos, promovidas por algumas empresas parceiras do projecto que pretendem mostrar às outras organizações os seus produtos e serviços.

João Barnabé | UELINE
Publicado em 19.05.2011