Home / Canais / Academia
Acção Marie Curie: PME alemã desenvolveu actividades na UE
Os projectos "Industry-Academia Partnerships and Pathways" têm como objectivo o intercâmbio entre a investigação de ponta e as empresas. O alvo das actividades consiste no estabelecimento de ligações entre os parceiros, as quais deverão manter-se após a finalização dos projectos. O projecto que decorre sob a coordenação da EU Marie Curie Chair na UE foi aprovado no programa FP7-PEOPLE-2009-IAPP (Acções Marie Curie) para os próximos quatro anos.

 O único parceiro da UE neste projecto é uma PME alemã fundada como spin-off da Universidade de Hamburgo que consegue desenvolver actividades com sucesso desde há quinze anos.

Dra. Carolin Schneider é a proprietária da empresa INOQ GmbH na Alemanha. Ela congratula-se por ter a oportunidade de, com este projecto iniciar uma área inovadora na sua empresa. Com a sua boa vontade, a própria e um colega da indústria, Hans-Joachim Heermann, aproveitaram a distância dos trabalhos do dia-a-dia em casa e conseguiram nos meses de Fevereiro e Março de 2011 aprender na UE “com as suas próprias mãos” os métodos de Biologia Molecular utilizados na identificação e caracterização dos genes AOX nos seus produtos comerciais. A ideia final é marcar a qualidade de produtos de fungos (micorriza) aproveitando a competência disponibilizada pela Cátedra. 

Da mesma forma, num futuro próximo, membros da Cátedra irão aproveitar a experiência da empresa na Alemanha. A INOQ GmbH está incluída num grupo comercial liderado também pela Dra. Carolin que produz e propaga plantas no campo e em cultura in vitro pretendendo apoiar a horticultura e a agricultura. O sucesso da empresa tem como base significativa a sua ligação à investigação em projectos nacionais e europeus. A Dra. Schneider afirmou a importância dessas actividades na inovação das suas ideias como promotores do pensamento e das actividades iniciadas.  

A boa posição da INOQ GmbH no mercado nacional e internacional na sua área de produtos está a testemunhar a vantagem dessa estratégia. De regresso a casa, na Alemanha, a empresa vai instalar uma unidade de trabalho para as análises em Biologia Molecular aproveitando assim o apoio do projecto IAPP. Para já, todos ficaram curiosos com os resultados do projecto.  

Os aproveitamentos futuros pretendem englobar a fundação em comum de uma nova spin-off em Portugal que irá dar uma boa oportunidade de trabalho na região do Alentejo a cientistas jovens.  

O grupo da Cátedra Marie Curie ganhou no âmbito do programa Atrevo-me 2009, o primeiro lugar em duas categorias (mulheres e jovens). A apresentação da ideia vencedora foi liderada pela portuguesa Dra. Hélia Cardoso que também faz parte da equipa do projecto IAPP. Os representantes da empresa foram bem recebidos pelo ICAAM da UE. Outros colegas da Universidade aproveitaram a oportunidade para estabelecer contacto com a INOQ e pensar em novas actividades ou projectos.

Birgit Arnholdt-Schmitt | Titular da Cátedra Marie Curie
Publicado em 19.04.2011