Home / Canais / Academia
Secretário de Estado da Energia destaca capacidade de investigação da UÉ

O Secretário de Estado da Energia, João Galamba, destacou ontem, dia 25 de fevereiro, numa visita à Universidade de Évora (UÉ), a capacidade de investigação da Cátedra Energias Renováveis que tem desenvolvido sobretudo em torno da Energia Solar e suas aplicações, reunindo ainda com estudantes e investigadores.

“É bom saber que a Universidade de Évora está na vanguarda da investigação nesta área” referiu João Galamba depois de conhecer, entre outras, a Plataforma de sais fundidos que utiliza estes sais em vez de óleo térmico em centrais solares térmicas cilíndrico parabólicas instalada na herdade da Mitra da Universidade de Évora. 

Fruto de uma parceria estabelecida entre a Cátedra Energias Renováveis, DLR Institute of Solar Research, empresas alemãs como a TSK Flagsol Engineering, eltherm, Yara, Steinmüller Engineering e a empresa sul-africana fornecedora de energia Esk, os investigadores da Cádetra liderada por Manuel Collares Pereira, avançam que, quando comparado com o óleo térmico, a vantagem do uso dos sais é o relativo baixo custo associado à possibilidade da sua utilização a temperaturas mais elevadas, uma vez que, o limite de temperatura para os óleos térmicos é de 400 ºC, enquanto os sais fundidos comportam temperaturas acima de 500 ºC em uso contínuo, e dependendo da mistura utilizada será mesmo possível chegar a temperaturas de 560 ºC.

Relativamente ao plano de transição energética traçado pelo governo, nomeadamente as medidas previstas no Plano Nacional Energia e Clima (PNEC), João Galamba apela à colaboração das universidades, porque “quanto mais conseguirmos pensar e investigar para desenvolver produtos e soluções tecnológicas em Portugal maior sucesso podemos alcançar”, sublinhou numa sessão dirigida a estudantes e investigadores que decorreu no Colégio do Espírito Santo da Universidade de Évora.

Publicado em 25.02.2019