Home / Canais / Academia
UÉ acompanha situação dos estudantes em mobilidade in e out

Uma das primeiras medidas tomadas pela Universidade de Évora (UÉ) no âmbito do Plano de Contingência de COVID-19 foi a suspensão das mobilidades ingoing e outgoing, para estudantes, docentes e não–docentes.

Os estudantes da UÉ que se encontravam em mobilidade out, em mais de 15 países dentro e fora da Europa, foram contactados e aconselhados a regressar a Portugal, tendo sido reunida informação (incluindo contactos) e remetida à Direção Geral do Ensino Superior (DGES), organismo que coordena, conjuntamente com o Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE), o regresso destes estudantes a Portugal.

A UÉ tem vindo a acompanhar de perto estas situações, mantendo-se em contacto com os estudantes e familiares. No contexto do sucessivo encerramento de fronteiras, a UÉ tem reforçado o pedido junto das entidades responsáveis enviando a identificação e contactos dos estudantes em países cujas fronteiras foram, entretanto, encerradas. 

Para além disso e no sentido de tranquilizar os estudantes e responder com soluções efetivas, a UÉ informou os estudantes que assegurará todas as condições para que não haja quaisquer consequências negativas ao nível académico, decorrentes desta situação.

Para os estudantes em mobilidade out que não tenham a oportunidade de concluir, em modalidade de e-learning, as Unidades Curriculares em que estavam inscritos nas Universidades de Acolhimento, a UÉ possibilitará a inscrição como estudantes regulares, sendo avaliados pelo regime de avaliação contínua.

Aos estudantes em mobilidade in na UÉ, foi-lhes dada a possibilidade de regressarem aos seus países, concluindo, em regime de e-learning, as Unidades Curriculares em que se encontram inscritos na Universidade de Évora.

Publicado em 17.03.2020